19/06/2012 - 14:30
POLÍCIA JUDICIÁRIA CIVIL
Vigilante de escola é preso por aliciar menina de 12 anos em Cáceres

Assessoria/PJC-MT
 
Um vigilante de escola particular foi preso em fragrante pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres (225 km ao Oeste de Cuiabá), na tarde da segunda-feira (18.06). O acusado, Geraldo Pereira Leite, de 49 anos, foi autuado por exploração sexual de criança e adolescente. Ele estava aliciando uma menina de 12 anos.
A delegada Alessandrah Marques Ferronato, explica que as investigações iniciaram após uma denúncia feita pela mãe da menor, A.L.S., de 12 anos, na Delegacia da Mulher.
A vítima afirmou que o Geraldo trabalhava como vigilante e puxou conversa quando a menor entregava pães caseiros nas proximidades de uma escola particular da cidade. Segundo a menina, ele comprou alguns pães ficando devendo a quantia de R$0,50. Em outra conversa, já na frente da escola, o vigilante chegou a falar em casamento e marcou um encontro com a adolescente num local afastado, na segunda-feira (18.06), às 17 horas, quando foi surpreendido pelos policiais.
O preso e conduzido a DEDM e atuado em flagrante no artigo 218-B, que tipifica como crime “submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 anos ou que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática de ato, facilitá-la, impedir ou dificultar que a abandone”.  

 
Índice de Notícia