Notícias

POLÍCIA JUDICIÁRIA CIVIL

Diretoria da PJC recebe visita de consultor nacional de Polícia Comunitária

16/02/2012 - 16:52

Assessoria/PJC-MT

 

Policiais civis reunidos com o consultor da Senasp

A Coordenadoria de Polícia Comunitária, da Polícia Judiciária Civil, recebeu na manhã desta quinta-feira (16.02), na sala de reunião do prédio da Diretoria Geral, a visita do consultor da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Wesley Antônio Moretti.

 

Moretti é Coronel do Exército aposentado, doutor em Sociologia e convidado pela Senasp para realizar consultorias relativas à implantação e desenvolvimento da Polícia Comunitária, nos estados brasileiros.

 

Durante o encontro, o consultor explanou sobre o objetivo da visita, que é identificar as problemáticas relacionadas à segurança comunitária, ter contato direto com as polícias locais, ouvir e saber delas opiniões pertinentes ao curso disponibilizado pela Secretaria Nacional, quais matérias ou assuntos que podem ser incluídos ou até mesmo retirados.

 

A intenção é também demandar através de pesquisa, a idéia de criar para as lideranças comunitárias, cursos específicos para trabalhar o conhecimento do indivíduo em relação à filosofia de Polícia Comunitária. “O que facilitaria muito a comunicação entre as categorias”, disse.   

 

O consultou destacou ainda a necessidade de adaptar a doutrina com a prática, que precisa ser incorporada com a realidade de cada Estado.

 

O delegado e coordenador da Polícia Comunitária da PJC, José Abdias Dantas, mencionou a importância da reunião para as instituições de Segurança de Mato Grosso. Ele apresentou as diretrizes adotadas e atividades que a Polícia Judiciária Civil vem desenvolvendo diante do contexto de policiamento comunitário.

 

Para o coordenador, a criação da coordenadoria foi um fato inovador e que está alcançando resultados positivos. Ao todo são 27 bases comunitárias instaladas na capital e no interior, sendo que em 25 unidades existe um policial civil para atender a comunidade com registro de ocorrências e orientações. “Estamos agregando valores e multiplicando o trabalho preventivo com o cidadão, os policiais civis lotados nas bases comunitárias têm a liberdade de criar projetos sociais e buscar parcerias para desenvolver. Mesmo sem recurso orçamentário, os investigadores correm atrás, fazem e acontecem”, afirma Abdias.

 

A Coordenadoria de Polícia Comunitária da PJC conseguiu consolidar vários projetos, hoje com grande aceitabilidade pela comunidade, a exemplo os projetos Quatro Estações, Capoeira Contra as Drogas, Mutirão Comunitário, Jovens Talentos do Boxe entre outros.

Participaram do encontro com o consultor, além do coordenador da Polícia Comunitária, José Abdias Dantas, o delegado geral em exercício Sebastião Finotto, o diretor da Acadepol, Genison Brito Alves Lima, os investigadores Edleusa Mesquita, Rosemeire Pedrosa, Carlos Atíllio, Antonio Carlos, Romildo de Oliveira e Osvaldo Pereira.


 


 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia