Notícias

COMODORO

Policiais civis localizam corpo de vítima de homicídio que foi dada como desaparecida

29/05/2020 - 11:07

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um crime de homicídio ocorrido em Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) e tratado, inicialmente, como desaparecimento foi esclarecido pela Polícia Civil do município. O suspeito de cometer o crime foi preso e poderá ser indiciado por homicídio e ocultação de cadáver. 

O corpo da vítima, que tinha deficiência auditiva, foi localizado em estado avançado de decomposição na tarde desta quinta-feira (28.05).

As diligências iniciaram no dia 24 de abril, após o proprietário de uma casa, nas proximidades do rio Guaporé, procurar a Delegacia de Comodoro e relatar que Luciano Claudemir de Oliveira, 36 anos,  que era mudo, havia desaparecido.

Conforme o comunicante, Luciano residia no imóvel há cerca de cinco meses e recentemente havia se envolvido em uma ocorrência de  tentativa de homicídio contra outros dois homens. Uma das vítimas da tentativa do homicídio foi levada para o Hospital de Cáceres, onde ficou internada e depois recebeu alta.    

Luciano foi visto pela última vez na noite do dia 20 de abril e depois desapareceu. Testemunhas encontraram somente a motocicleta dele, uma Honda Titan vermelha, e outros pertences da vítima.

Policiais civis de Comodoro passaram a fazer diligências para esclarecer o desaparecimento. Como parte da investigação foi realizada a operação "Porto Seguro", deflagrada na última sexta-feira (22.05), para cumprimento de três mandados de buscas e apreensões domiciliares, que resultaram na obtenção de provas para o esclarecimento do caso.

A Polícia Civil identificou que a vítima foi morta por disparo de arma de fogo e depois enterrada com o intuito de dificultar ou impedir as investigações. 

O corpo de Luciano foi encontrado em uma área a 110 quilômetros do perímetro urbano, região de mata a dois quilômetros da estrada de acesso ao Porto Municipal de Comodoro. 

Com a localização do cadáver e prisão do suspeito, os policiais civis prosseguem com as diligências para verificar se há outros participantes do crime e posteriormente concluir o inquérito policial. 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria de Comunicação Social
www.pjc.mt.gov.br
asscom@pjc.mt.gov.br
(65) 3613-5673

Compartilhe essa notícia